A facção

Uma banda que toca o passado para encontrar o futuro. Pode parecer bobo, mas isso é só um pouco de toda a mistura de influencias, ritmos e nomes que descrevem o som cru, divertido e dançante da Facção Caipira. A Facção nasceu em 2009, em Niterói, composto por Jan Santoro (Voz/Resonator), Daniel Leon (Gaita), Vinicius Câmara (Baixo) e Renan Carriço (Bateria), com a simples intenção de tocar o que gosta e cantar o que quiser.

Com seu primeiro registro, um EP autointitulado com duas prensagens esgotadas que apresentou a banda ao público a partir de 2012, o quarteto alcançou várias partes do território brasileiro e acumulou prêmios em festivais de música, mirando sempre a explosão de seus shows. Essa catarse musical de suas apresentações pode ser assistida no Youtube sob os nomes Facção Caipira no Teatro Municipal de Niterói e o Ao Vivo no Circo Voador – ambos emblemáticos pela loucura do show, do público, lotação esgotada e os 80 mil views ultrapassados.

Foi em vídeo também que eles despontaram no reality show “Mais Vinícius, Por Favor”, promovido pela Multishow em homenagem ao centenário de Vinícius de Moraes em 2014, contando ainda com as bandas Baleia e Mahmundi, outros artistas requisitados no cenário independente brasileiro.

Mas o ápice do crescimento da Facção acontecerá em 2015, com o lançamento do álbum de estreia da banda. O trabalho foi gravado nos estúdios da Toca do Bandido (Maria Rita, O Rappa, Raimundos), com produção de Felipe Rodarte (Ava, Nervoso e os Calmantes, Lafayette e os Tremendões) e mixagem do nova iorquino Aaron Bastinelli, que já trabalhou com Bono (U2), Marky Ramone (Ramones), Mark Foster (Foster The People) e vários outros. O que se espera é um registro atemporal e explosivo, como uma mistura das músicas da banda e suas apresentações ao vivo.

A Facção Caipira se destaca justamente pelo seu jeito despretensioso de fazer pop, indo ao passado para ilustrar o futuro, brincando de fazer o blues parecer menos complexo e o country mais acessível. É o rock britânico, com influência do Alabama e perfomance à brasileira.